segunda-feira, 10 de abril de 2017

Orações - Dia #01o - 12 dias preliminares




INTRODUÇÃO

A fórmula de “Consagração Total a Jesus por Maria” de São Luís Maria Grignion de
Montfort, não deve ser tomada rapidamente. Isto fica provado pelo fato do mesmo Santo
advogar uma séria preparação, que consiste em doze dias preliminares, para que a alma
trate de esvaziar-se do espírito do mundo, que é totalmente o oposto do Espírito de Jesus
Cristo. A estes doze dias, seguirão três semanas de oração e meditação, durante as quais a
alma buscará um melhor conhecimento de si mesma (primeira semana), de Maria
(segunda semana) e de Jesus Cristo (terceira semana).


PRIMEIRA PARTE

OS DOZE DIAS PRELIMINARES

TEMA: O ESPÍRITO DO MUNDO

Examine sua consciência, reze, pratique a renúncia à sua própria vontade; mortificação,
pureza de coração. Esta pureza é a condição indispensável para contemplar a Deus no céu,
vê-lo na terra e conhecê-lo à luz da fé.
A primeira parte da preparação deverá ser empregada em esvaziar-se do espírito do
mundo, que é contrário ao Espírito de Jesus Cristo. O espírito do mundo consiste, em
essência, na negação do domínio supremo de Deus, negação que se manifesta na prática do
pecado e na desobediência; portanto, é totalmente oposto ao Espírito de Jesus Cristo, que é
também o de Maria.
Isto se manifesta pela concupiscência da carne, pela concupiscência dos olhos e pelo
orgulho como norma de vida, assim como pela desobediência às leis de Deus e o abuso das
coisas criadas. Suas obras são o pecado em todas as suas formas; conseqüentemente, tudo
aquilo pelo que o demônio nos leva ao pecado; obras que conduzem ao erro e à escuridão
da mente e sedução e corrupção da vontade. Suas presunções são o esplendor e as
artimanhas empregadas pelo demônio para fazer com que o pecado seja deleitoso nas
pessoas, lugares e coisas.


Orações para todos os dias da Primeira Parte

1º Dia

Vinde, Espírito Criador

Vem, ó Criador Espírito,
As almas dos teus visita;
Os corações que criaste
Enche de graça infinita.

Tu paráclito és chamado,
Dom do Pai Celestial,
Fogo, caridade, fonte
Viva e unção espiritual.

Tu dás septiforme graça;
Dedo és da destra paterna;
Do Pai, solene promessa,
Dás força da voz superna.

Nossa razão esclarece,
Teu amor no peito acende,
Do nosso corpo a fraqueza
Com tua força defende.

De nós afasta o inimigo,
Dá-nos a paz sem demora,
Guiai-nos; e evitaremos
Tudo quanto se deplora.

Dá que Deus Pai e seu Filho
Por ti nós bem conheçamos
E em ti, Espírito de ambos,
Em todo tempo creiamos.

A Deus Pai se dê a glória
E ao Filho ressuscitado,
Paráclito e a ti também
Com louvor perpetuado. Amém.

Enviai o vosso Espírito, e tudo será criado
E renovareis a face da Terra.
Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo,
concedei-nos que no mesmo Espírito conheçamos o que é reto, e gozemos sempre as suas
consolações. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.


Ave, Estrela do Mar

Ave do mar Estrela,
De Deus Mãe bela,
Sempre Virgem, da morada
Celeste feliz entrada.

Ó tu que ouviste da boca
Do anjo a saudação;
Dá-nos paz e quietação;
E o nome de Eva troca.

As prisões a os réus desata
E a nós, cegos, alumia;
De tudo que nos maltrata
Nos livra, o bem nos granjeia.

Que os rogos do povo seu
Ouça aquele que, nascendo
Por nós, quis ser Filho teu.

Ó Virgem especiosa,
Toda cheia de ternura,
Extintos nossos pecados,
Dá-nos pureza e brandura.
Dá-nos uma vida pura,
Põe-nos em via segura,

Para que a Jesus gozemos,
E sempre nos alegremos.
A Deus Pai veneremos;
A Jesus Cristo também,
E ao Espírito Santo; demos
Aos três louvor. Amém.


Magnificat

Minha alma engrandece o Senhor,
e meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,
porque olhou para a humilhação de sua serva.
Sim! Doravante as gerações todas me chamarão de bem-aventurada,
pois o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor.
Seu nome é santo
e sua misericórdia perdura de geração em geração,
para aqueles que o temem.
Agiu com a força de seu braço,
dispersou os homens de coração orgulhoso.
Depôs poderosos de seus tronos,
e a humildes exaltou.
Cumulou de bens a famintos
e despediu ricos de mãos vazias.
Socorreu Israel, seu servo,
lembrado de sua misericórdia
- conforme prometera a nossos pais -
em favor de Abraão e de sua descendência
para sempre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário